Grupo Cavalca

Everest Indústria de Alimentos, mais conhecida como Sabor Sul Alimentos, conta com duas indústrias de produção e uma cerealista de feijão. Consciente de sua responsabilidade na gestão ambiental, a Everest aproveita todos os resíduos orgânicos da indústria, e tem cuidado ao produzir alimentos ricos em nutrientes com baixo impacto ambiental. Do início ao fim do processo industrial, a Sabor Sul Alimentos mantém um rigoroso controle de qualidade e higiene e faz com que a marca chegue até a mesa da família brasileira com garantia de qualidade, saúde e muito sabor. 

Criada no ano de 2020, a Cavalca Trading & Logística é a mais nova conquista alcançada ao longo dos 70 anos de tradição do Grupo Cavalca. Iniciamos nossas atividades com 4 unidades, Ferroeste (Cascavel – PR), Centro Administrativo (Cascavel – PR), Matriz (Curitiba – PR) e o Terminal Portuário (Paranaguá – PR). Atuamos na compra e venda de grãos e no transporte de grãos por meio ferroviário. 

Hoje a empresa concentra seu foco na engenharia rodoviária, mineração e construção industrial. Equipada com usinas de britagem e de asfalto móvel, a Cavalca Construções & Mineração integra a tecnologia à mão-de-obra altamente especializada, atendendo a todo o território nacional, incorporando as necessidades dos clientes e respeitando prazos e exigências normativas de segurança e tráfego. 

A AgroCavalca é a profunda ligação do Grupo com suas raízes históricas. Partindo do oeste paranaense, se estendeu para o Mato Grosso, onde está concentrada sua maior área de produção de grãos. Além de atingir produtividade recorde a cada ano, a AgroCavalca tem participado com as indústrias de sementes na pesquisa e desenvolvimento de novas variedades de culturas.

Como parte integrante do serviço de operação portuária, a CAP oferece a seus clientes uma imponente estrutura de armazenagem com capacidade de 145 mil toneladas distribuídas em dois terminais. Através de seus modais rodoviário e ferroviário, a CAP realiza as operações portuárias, trazendo mais segurança durante o processo. Com a capacidade de embarque de 3 milhões de toneladas/ano, a CAP integra o último elo da corrente entre a organização dos grãos e o embarque no porto, fechando o ciclo, e conectando o Brasil agrícola ao consumidor.